Sexta 22 | 17H00 | Cinema São Jorge | Sala Manoel de Oliveira

RETROSPETIVA FRÉDÉRIC BACK | 82’

O HOMEM QUE PLANTAVA ÁRVORES, Frédéric Back, Canadá Canada, 1987, 30’
TUDO NADA, Frédéric Back, Canadá Canada, 1978, 11’
O GRANDE RIO, Frédéric Back, Canadá Canada, 1993, 24’
CRAC!, Frédéric Back, Canadá Canada, 1980, 15’

________________________________________________________________________________________

FRÉDÉRIC BACK

Frédéric Back foi um dos animadores mais célebres do Canadá e um pioneiro do ativismo ambiental. Os seus filmes aclamados mundialmente, contêm mensagens ecologicas e uma forte ligação à cultura do Quebec.
Ganhou inúmeros prémios nos principais festivais de animação do mundo, incluindo dois Oscars.
Filho de um músico, Back cresceu em Estrasburgo e estudou arte especializando-se em pinturas da vida marinha.
Emigrou para Montreal em 1948 e depois de ensinar e trabalhar como ilustrador e designer em 1968, Frederic Back junta-se ao departamento de animação da Radio-Canada.
Aqui ele cria genéricos, filmes promocionais e fez nove curtas-metragens de animação, premiadas mundialmente e sempre inspiradas em lendas da cultura canadiana e questões ambientais.
A sua sétima curta-metragem, Crac (1982), no qual ele usa uma cadeira de baloiço para contar a história de uma família e da cultura de Quebec. É um dos mais aclamados. Ganhou 23 prémios internacionais, incluindo um Oscar.
L’homme qui plantait des arbres (1987), tem mais de 20.000 desenhos e levou cinco anos de trabalho. É a história um homem que transformou, sozinho, uma paisagem árida. O filme ganhou mais de 40 prémios, incluindo um Óscar.
O filme final de Frederic Back, Le fleuve aux grandes eaux (1993), tem mais de 17.000 desenhos.
O mestre dedicou muito do seu tempo e energia ao longo da sua vida para a protecção dos animais e na preservação do meio ambiente. Plantou mais de 10.000 árvores e foi um dos membros fundadores de associações de protecção dos animais do meio ambiente e da água.
Muitos dos filmes de Frederic Back são considerados clássicos da animação e são estudados em universidades e escolas de animação.
Em 1984, Crac foi eleito o sexto melhor filme de animação de todos os tempos.